Última actualização08:35:09 PM GMT

TERCUD

 
 
Está aqui: Proj. investigação nacionais
 
 
Projecto A QUALIDADE EM MUSEUS
Título:
A QUALIDADE EM MUSEUS - O PÚBLICO DOS MUSEUS EM PORTUGAL: CARACTERIZAÇÃO E MOTIVAÇÕES
Financiamento
- FCT
Coordenação científica
- Prof. Mário Moutinho
Resumo
O presente estudo, partiu das premissas dos estudos de público de museus, mas, progressivamente foi encontrando diversas limitações a esses estudos, pelo que iniciou um processo de procura de alternativas mais conformes com objectivo final que se pretendia. Este objectivo era na verdade, estabelecer a metodologia necessária ao desenvolvimento de estudos que avaliassem efectivamente o impacto dos museus na sociedade, e não somente nos visitantes.
Desenvolver estudos de público com base numa ideia de museu desfasada daquilo que hoje se entende como função estruturante das instituições museológicas, reduzia também consideravelmente, o interesse desses mesmos estudos.
Neste sentido foi necessário ter em consideração a conceituação de Museologia, tal como tem vindo a ser tratada pelas novas correntes de pensamento (e de práticas), genericamente denominadas de Nova Museologia, Ecomuseologia, Museologia Comunitária, no quadro das quais foram integradas na teoria museológica, entre outras, as ideias de participação, desenvolvimento local, prestação de serviços, conceito alargado de património, de território e de gestão cultural.
Neste quadro aprofundou-se o entendimento daquilo que diferencia o público do utilizador.
Assim, este estudo propõe que os museus adoptem práticas de avaliação, (mais amplas que o estudo de públicos) que se encontram desenvolvidas noutras áreas e para as quais existem instrumentos que podem ser utilizados também no campo da museologia . Entre outros instrumentos, parece particularmente indicada a utilização da Estrutura Comum de Avaliação (Common Assessment Framework), pelo que se estimula a necessidade de se aprofundar a relação entre a museologia em Portugal e o Instituto Português da Qualidade.
Chegados a este ponto foi possível estabelecer linhas de orientação para prosseguir o aprofundamento dos processos que permitirão avaliar a qualidade nos Museus.
Actividades
Investigação
- Museu e Comunidade: uma relação necessária
- Never again
- Los museos de América Latina
- Memória e Poder: dois movimentos
XIII Encontro Nacional de Museologia e Autarquias (26/05/2006)
Publicações

A QUALIDADE EM MUSEUS 


Título: A QUALIDADE EM MUSEUS - O PÚBLICO DOS MUSEUS EM PORTUGAL: CARACTERIZAÇÃO E MOTIVAÇÕES

Financiamento

- FCT

Coordenação científica

- Prof. Mário Moutinho


Resumo


O presente estudo, partiu das premissas dos estudos de público de museus, mas, progressivamente foi encontrando diversas limitações a esses estudos, pelo que iniciou um processo de procura de alternativas mais conformes com objectivo final que se pretendia. Este objectivo era na verdade, estabelecer a metodologia necessária ao desenvolvimento de estudos que avaliassem efectivamente o impacto dos museus na sociedade, e não somente nos visitantes.

Desenvolver estudos de público com base numa ideia de museu desfasada daquilo que hoje se entende como função estruturante das instituições museológicas, reduzia também consideravelmente, o interesse desses mesmos estudos. Neste sentido foi necessário ter em consideração a conceituação de Museologia, tal como tem vindo a ser tratada pelas novas correntes de pensamento (e de práticas), genericamente denominadas de Nova Museologia, Ecomuseologia, Museologia Comunitária, no quadro das quais foram integradas na teoria museológica, entre outras, as ideias de participação, desenvolvimento local, prestação de serviços, conceito alargado de património, de território e de gestão cultural. Neste quadro aprofundou-se o entendimento daquilo que diferencia o público do utilizador.

Assim, este estudo propõe que os museus adoptem práticas de avaliação, (mais amplas que o estudo de públicos) que se encontram desenvolvidas noutras áreas e para as quais existem instrumentos que podem ser utilizados também no campo da museologia . Entre outros instrumentos, parece particularmente indicada a utilização da Estrutura Comum de Avaliação (Common Assessment Framework), pelo que se estimula a necessidade de se aprofundar a relação entre a museologia em Portugal e o Instituto Português da Qualidade.

Chegados a este ponto foi possível estabelecer linhas de orientação para prosseguir o aprofundamento dos processos que permitirão avaliar a qualidade nos Museus.


Actividades


 Investigação 

- Museu e Comunidade: uma relação necessária 

- Never again 

- Los museos de América Latina 

- Memória e Poder: dois movimentos 

XIII Encontro Nacional de Museologia e Autarquias (26/05/2006)

Publicações

 
 
 
 

Pesquisa

English (United Kingdom)Português (pt-PT)
 
 
 
 
<-- GA VM --><-- GA VM -->